A Oração do Espiritualista

A melhor oração é aquela que brota do nosso íntimo de forma espontânea e sincera, seja ela uma oração já pronta e habitual ou uma simples conversa, mas das orações que conheço existe uma que encontra ressonância no coração de todo espiritualista e que apresento abaixo.

Oração pela Paz

Senhor, fazei de mim um instrumento de vossa paz

Onde houver ódio, que eu leve o amor;
Onde houver ofensa, que eu leve o perdão;
Onde houver discórdia, que eu leve a união;
Onde houver dúvida, que eu leve a fé;
Onde houver erro, que eu leve a verdade;
Onde houver desespero, que eu leve a esperança;
Onde houver tristeza, que eu leve a alegria;
Onde houver trevas, que eu leve a luz.

Ó Mestre, Fazei que eu procure mais
Consolar, que ser consolado;
compreender, que ser compreendido;
amar, que ser amado.
Pois é dando que se recebe,
é perdoando que se é perdoado,
e é morrendo que se vive para a vida eterna.

Esta oração também é conhecida como “Oração de São Francisco de Assis”. Numa breve pesquisa na internet, procurei confirmar se ela teria sido realmente proposta por São Francisco e constatei que não. De acordo com o site www.franciscanos.org.br, a oração tem origem anônima, cujo primeiro registro é datado do início do século XX em Paris e foi chamada de Oração pela Paz. Como o seu conteúdo afiniza-se com o modo de vida dos Franciscanos, estes a adotaram batizando-a como “Oração de São Francisco de Assis”.

Agora porque a escolho como “a oração do espiritualista”? Devido ao caráter reformista de seu conteúdo! Reformista em duas vertentes, a interna e a externa.

Espiritualizar-se é trabalhar constantemente na busca do nosso aprimoramento moral, espiritual e intelectual visando o aperfeiçoamento interno e praticar a espiritualidade é apresentar os resultados deste trabalho nas ocasiões do nosso dia-a-dia e isto passa obrigatoriamente pelo conteúdo da oração proposta, portanto, em nossa jornada precisamos constantemente refletir sobre o nosso modo de pensar e agir e nesta oração encontramos um perfeito mantra para este fim. Ela nos conduz a uma reflexão sobre o quê devemos pautar nossa vida e nossa conduta, através de uma busca constante de se praticar uma reforma intima e através dela percebermos que nossos problemas não são tão graves assim ou que mesmo sofrendo com nossos problemas podemos agir a favor de quem também precisa, levando luz, acolhimento e paz.

O espiritualista é antes de tudo uma pessoa preocupada com o bem estar coletivo e disposta a fazer o que for preciso para ajudar e isto não é uma tarefa fácil, pois muitas são as dificuldades internas e externas, mas precisamos tentar e através dela nos colocarmos em condição de agente ativo de transformação da realidade.

Como a oração bem demonstra no final, devemos nos lembrar de que existem as leis cósmicas que a tudo regem, pois se vivemos e trabalhamos visando, além de nosso aperfeiçoamento, o nosso livramento da roda das reencarnações, é preciso lembrar que ninguém será salvo assistindo inerte ao sofrimento alheio, precisamos lembrar de que é dando que se recebe, deixando para trás toda a mágoa ou ressentimento além de que a vida não termina com a morte do corpo físico, ela é apenas um processo de metamorfose que liberta o ser eterno do temporário.

  • Consciência em Evolução – por Lindolfo Soares de Souza – em 17/02/2018.

2 comentários em “A Oração do Espiritualista

Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: